quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Expedição Mares e Morros 2015 - Dias 03 e 04

Expedição Mares e Morros 2015 – São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Bahia e Minas Gerais

3 amigos, um Troller e 21 dias pelas estradas do Brasil.

Dia 3 – 6/7 Rio de Janeiro




Por causa da noitada, acabamos levantando na hora do almoço. O dia também estava nublado e não íamos aproveitar a praia mesmo, julho tem dessas coisas. Saímos do hostel e fomos almoçar por Botafogo. Paramos em um pub para comer. Pegamos o metrô até Ipanema e fomos andando até o Leblon. Do Leblon fomos até a Lagoa Rodrigo de Freitas. Conhecemos esse cartões postais do Rio e pegamos novamente o metrô sentido Central do Brasil. Chegamos bem na hora do fim do espediente e sentimos um pouco da vida de verdade do carioca. Fomos andando pelo centro, por suas ruas estreitas e cheias de comércio até a Lapa, passando pela Catedral Metropolitana,  pelo prédio da Petrobras e pela Fundição Progresso. Paramos em um boteco na Lapa para tomar uma cerveja e aproveitar o começo da noite. Como era segunda-feira, estava bem morna a Lapa e decidimos sair para ir para outro lugar. Uma amiga sugeriu um bar no Leblon e fomos de ónibus novamente para a zona sul. Chegando lá o bar estava as moscas e decidimos ir até Copacabana para ver a famosa orla antes de seguirmos para o hostel e dormir.

Quilometragem:  0km
Estrada: 0
Repouso: Hostel Beach Backpackers

Dia 4 – 7/7 Rio de Janeiro / Cabo Frio




Acordamos cedo para preparar as malas, tomar café e sair antes das 10hrs do hostel. Passamos no supermercado, enchemos o carro de comida e reiniciamos nossa jornada. Antes de sair do Rio porém, fizemos um pequeno passeio de turista e fomos conhecer o cristo. O dia estava lindo e a vista compensou a grana gasta. O Rio de Janeiro é realmente espetacular. Saímos do Rio atravessando a ponte Rio-Niteroí e seguimos sentido Cabo-Frio. Estrada tranquila e logo chegamos a cidade. Queríamos bons lugares para camping e um dos melhores que vimos na internet foi o Clube Militar na praia do Foguete. Só não prestamos atenção que para acampar lá era preciso ser sócio ou ser convidado de alguém. Chegamos lá e fomos informados que não poderíamos entrar. Já estávamos manobrando para ir embora quando a secretária do clube gritou falando que o comandante tinha visto a gente e que ele nos convidava para o clube. O Clube dos Militares é pé na areia, com uma vista muito bonita da praia do Foguete. Montamos as nossas barracas - apesar do vento muito forte - e fomos preparar nosso almoço. Com o fogareiro que tínhamos gastamos umas boas 2 horas para preparar tudo, mas a comida ficou fantástica (as vezes a espera faz milagres). No começo da noite fomos até o centro de Cabo-Frio tomar uma cerveja e novamente a cidade estava um pouco morta, julho é complicado em lugares que dependem do calor. Voltamos para o camping e tivemos uma das noites mais “movimentadas” da viagem. O vento batia forte na barraca e o barulho era grande. Foi difícil pegar no sono.


Quilometragem:  163km
Estrada: Asfalto bom

Repouso: Camping no Clube Militar

Nenhum comentário:

Postar um comentário