quarta-feira, 30 de abril de 2014

Capítulo 3 - Escolhendo sua Viatura

Você já se informou, preparou e pesquisou e está pronto para adquirir sua viatura. Perfeito! Você poderia escolher qualquer veículo do seu gosto e equipá-lo. Mas como esse guia serve para ajudá-lo, temos algumas sugestões e perguntas que você deve fazer antes de realizar a tão sonhada compra.

Primeiro, vamos as perguntas:
- Quem vai utilizar o carro?
- Usarei somente para o fora de estrada?
- Será meu único veículo?
- Pretendo viajar para longas distâncias com ele?
- Procuro conforto?
- Quais os custos de manutenção?
- Pretendo recuperar o valor investido?
- Por quanto tempo ficarei com o veículo?

Essa perguntas muitas vezes não são respondidas completamente e também mudamos nossa opinião com o tempo, mas elas servem de direção no começo das nossas aventuras.

Muitas pessoas sugerem viaturas antigas como primeiro veículo principalmente por causa dos baixos custos iniciais. Geralmente eles já vêm com algum tipo de preparação e com eventuais problemas corrigidos. Porém, depende muito da sua utilização para escolher um veículo.  Se você pretende fazer viagens longas, apenas utilizando a tração 4x4 quando não houver alternativa e não pretende cair em nenhum buraco, um carro com mais conforto e menos preparado é a escolha ideal.  Levar tudo isso em consideração ajuda muito.

Leve em conta também que seu carro nunca estará pronto. Eu nunca conheci uma pessoa que construiu o veículo perfeito e está completamente satisfeita. Primeiro, porque nós nunca estamos satisfeitos. Aquela trilha leve que era adrenalina pura no começo, depois de um tempo não tem mais muita graça. Sempre iremos procurar novos desafios, e as mudanças no veículo acompanham essa evolução. Segundo, carro foi feito para ser usado, com o uso ele se desgasta e muitas vezes quebra, o que é normal. As substituições são constantes e muitas vezes trazem novidades para o veículo.

Uma dica para quem quer sua viatura para o fora de estrada é procurar veículos com um certo preparo. Claro, é sua escolha comprar um veículo zero e equipá-lo. Sempre existe aquele medo do veículo usado ter sofrido demais na mão do antigo dono, mas com alguns cuidados você espanta esse problema.

Veículos usados podem ter alguma preparação e os seus gastos podem diminuir. Considere isso na hora de comprar seu fora de estrada. Outra coisa importante é que o antigo dono provavelmente consertou os defeitos do carro. Considere que tudo o que podia dar problema já deu e agora o carro está amaciado e mais preparado.

Claro que uma vistoria detalhada evita de você ficar com um mico na mão. Então, sempre leve sua futura nova aquisição a um mecânico de confiança e fique atento aos seguintes itens. 

- Os mais fáceis são ferrugem, vazamentos de óleo e água e escapamento fumacento.
- Fique atendo para pequenas trincas e soldas no chassis.
- Olha a suspensão do veículo, procurando por fadiga nas peças e problemas no alinhamento do veículo
- Para o motor, procure por falhas e vazamentos. Vazamentos e manchas de ferrugem podem ser simples de resolver, mas podem ficar complicados se não olhados a tempo. Ligue o carro, teste ar-condicionado e direção hidráulica. Não tenha pressa aqui.
- Transmissão pode ser olhada seguindo um guia simples:  Diferenciais, câmbio, tração e reduzida. 
- Sinta a direção a procura de fogas e veja todo o conjunto, até o movimento das rodas.
- Um dos pontos mais complicados é a elétrica. A parte elétrica deve ser vistoriada com muito cuidado. Faróis, bateria, alternador, olhe tudo.
- Os freios são um ponto crítico porque mexem diretamente com a sua segurança. Cheque pastilhas, discos e tambores.
- Teste o carro. Alguma sensação estranha ao dirigir pode revelar problemas.
- Seja curioso e tente saber o máximo sobre o carro. Quais foram as alterações e adaptações e aonde foram feitas.

Seguindo essa lista junto com seu mecânico, a chance de algo sair errado diminui bastante. Leve isso em consideração.

Considere também que mudanças trarão ganhos e perdas. Levantar o carro lhe traz melhor desempenho no fora de estrada, mas perda de estabilidade, perda de durabilidade da suspensão, etc. Pneus maiores trazem muitos benefícios nas trilhas, mas aumentarão o consumo e diminuirão a durabilidade dos rolamentos de roda. Esses são só alguns exemplos de ganhos e perdas, e sempre leve isso em consideração nas suas alterações.

Resumindo, pense bem antes do tão sonhado investimento em sua viatura. Pondere seus pontos e leve em consideração o seu estilo de vida. Feita com cuidado, tenho certeza que você não vai se arrepender. 

Voltar ao guia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário