terça-feira, 25 de março de 2014

Rural Willys – Um Carro que Fez e Faz História


Acredito que certos carros criem laços de amor com seus proprietários. Muitas vezes esse amor não se explica, só sabemos que ele existe. A Rural Willys é um desses carros que criam laços. Acho que a história desse carro foi tão rica que ele virou uma espécie de amuleto para muita gente. Fabricado por muitos anos, a Rural foi o primeiro utilitário esportivo da história e criou um novo mercado, mercado que hoje é um dos mais procurados e disputados.

Lançada nos EUA em 1946 com o nome de Jeep Station Wagon, foi o primeiro veículo produzido com carroceria inteiramente em metal. Antes, os carros eram feitos com a carroceria em madeira. Para criar a impressão de que sua carroceria seguia o padrão das outras, a pintura imitava madeira. Essa foi sua única versão no começo. Os pontos altos do carro era sua simplicidade, robustez e economia. Algumas versões foram colocadas no mercado no final dos anos 1940 para ampliar o mercado e também melhorar o conforto.


Uma nova grade frontal foi adotada em 1950 e também sua clássica pintura saia-e-blusa. Mesmo com a aquisição da Willys pela Kaiser-Fraser Corporation, a Rural (ainda Jeep Station Wagon) mantave seu padrão de utilitário espartano. Apenas novos motores e outras versões foram oferecidos.


A Willys-Overland do Brasil achou que esse veículo cairia como uma luva nos padrões brasileiros – um carro barato e resistente para aguentar nossas vias precárias. Aproveitando que já era montado aqui o Jeep Universal e derivando boa parte de suas peças para o novo utilitário, a Willys começa a produzir a Rural Willys em terras brasileiras em 1956.


O modelo de estréia por aqui era um 2.6 de 90cv, com 3 marchas e tração 4x4. Não era um carro muito potente, mas entregava um bom produto e inédito no Brasil. Boa parte das peças eram importadas mas em 1959 a fábrica de Taubaté começa a produzir o motor e em 1960 a Willys redesenha a frente da Rural e nacionaliza toda a sua produção.


O sucesso da Rural Willys veio rápido. Sendo o mercado brasileiro um mercado com poucas opções, a rural entrou para brigar principalmente com a Kombi, o que lhe dava grande vantagem. Apesar das propagandas da época tentarem vincular o lazer a imagem da Rural, seu caráter desbravador e utilitário falaram mais alto. Em 1961 foi criada a Pickup Willys, com a frente igual a Rural. O exército brasileiro se utilizou muita dessa pickup – depois rebatizada de Ford F-75 e sua versão militar a F-85 – com um apelido curioso, Cachorro  Louco.


Em 1964 foi lançada uma versão 4x2 mais familiar e em 1967 novas mudanças para melhorar o desempenho e modernizar seu desenho. Em 67 também, a Ford comprou a Willys e mateve a produção do veículo. No começo da década de 1970 mais mudanças, com a adoção de motores mais econômicos e a mudança de nome para Ford Rural.


Apesar do grande sucesso nas décadas anteriores, o sucesso já não era o mesmo e ela parou de ser produzida em 1977. O Jeep e a Pickup foram descontinuados 5 anos mais tarde. Ainda hoje, o mercado de venda e compra do carro é muito grande. Clubes estão espalhados pelo Brasil e sempre vemos uma bela Rural andando pelas ruas – e trilhas. Ela ainda tem muito pela frente e continuará nos divertindo por muitos e muitos anos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário