quinta-feira, 25 de abril de 2013

Jutta Kleinschmidt - Miss Dakar


Esse nome é sinônimo de quebra de paradigmas: Jutta Kleinschmidt. Ela é a primeira e por enquanto única mulher a vencer o Rali Dakar.


Ela nasceu dia 29 de agosto em Colónia na Alemanha. Após se formar em física e engenharia pela Isny Polytech, ela foi trabalhar para a BMW, mas nunca esqueceu sua paixão pelo motociclismo off-road. Em 1987 ela decidiu participar do famoso Dakar por conta própria. Ela continuou nas duas rodas até 1992, quando ficou em primeiro lugar entre as mulheres e 23ª na classificação geral.

A partir de 1993, ela decidiu mudar os ares e foi ser navegadora do buggi de Jean-Louis Schlesser. Em 1994 pilotou um carro no rali da Tunísia e em 1995 ela foi piloto da Sven Quandt Mitsubishi no Dakar e terminou em 12˚lugar.


Em 1996 ela voltou a pilotar um buggy e em 1997 ela consegue seu primeiro grande feito, foi a primeira mulher a vencer uma etapa do rally.

Em 1999 ela conseguiu sua melhor colocação na geral até então, com um terceiro lugar pilotando um Mitsubishi Pajero Evolution

Mas foi em 2001 que essa mulher mostrou para todos  que o mundo dos ralis não é só para os homens. Mesmo não sendo a mais rápida e mantendo uma posição de coadjuvante durante a competição, devido a sua competência e ausência de erros - e com erros capitais de seus principais concorrentes - ela conseguiu chegar a vitória. A primeira mulher a ganhar o Dakar.


Hoje a “Miss Dakar”, como é conhecida, continua na disputa e sonha mais alto, quer ser campeã mundial do esporte. Parar não está nos planos, pelo menos ela promete que nem pensa a respeito.

Essa é uma homenagem do BFE para essa mulher fantástica!

Nenhum comentário:

Postar um comentário