terça-feira, 5 de junho de 2012

Trilha dos 3 Rios - Junho/2012

Olá trilheiros e seguidores do Brasil Fora de Estrada!

Abaixo o relato da Trilha dos 3 Rios em Ibiúna. 

Entramos na Trilha as 09:00hs de sábado (02/06/2012) e saímos domingo (03/06/2012) as 16:00hs, fizemos a trilha toda!

Os pilotos e viaturas que participaram dessa aventura foram:
1.    Sérgio com o Troller Tarja Preta – Zecas: Rodrigo (Mineiro) e Luã
2.    Richard com o Troller Jacuzzi – Zeca: Bruno
3.    Croffi com o CJ – Zeca: Rodrigo
4.    Salsicha com o Samurai Pirata – Zeca: Fernando

 



O nosso ponto de encontro foi no posto de gasolina do Km 39 da Rod. Raposo Tavares lado esquerdo sentido Interior as 6:00hs da manhã.


Do ponto de encontro até o inicio da trilha foram +/- 80km sendo uns 50 de asfalto e uns 30 de terra com varias bifurcações.






Opa, já íamos esquecendo...as camisetas ficaram prontas!!!



Chegamos na entrada da trilha as 09:30hs, é  um trilha de mata fechada e até a chegada no primeiro Rio utilizamos somente em 2 pontos (Uma subida bem lisa e um atoleiro) os guinchos. 























Chegamos no 1º Rio as 11:30hs, para vocês se localizarem o 1º rio que estamos falando é o que tem a cabana de caçador. Agora com um latão personalizado! kkkkk 



Paramos para fazer um lance rádio e logo já fomos mergulhar as viaturas no rio e para sair do 1º Rio foi necessário usar o guincho e a ancora de solo, já que não tinha um ponto de ancoragem perto.















Andamos uns 500m e chegamos um atoleiro gigante com muitas pedras no fundo, onde o Troller Jacuzzi resolveu enroscar o diferencial dianteiro e foi necessário utilizar o Hi Lift para levantar a frente e livrar o diferencial da pedra. 
 



500m mais a frente e outro atoleiro bem fundo onde todos passaram com a ajuda de guincho e a ancora de solo.






A partir desse ponto não temos mais tantas fotos, pois a bateria da principal maquina acabou e foi hora do fotografo por a mão na massa para agilizarmos o nosso deslocamento. Não tiramos fotos, mas fizemos muitos vídeos que vou postar no final desse relato.

No último atoleiro antes do 2º Rio o Troller Tarja Preta resolveu que queria ficar lá dentro umas 2 horas e não havia santo que fazia esse Troller sair de lá, estava igual a mula quanto empaca.
 
Vou explicar o que aconteceu... Na saída desse atoleiro tinha um degrau que pegou no diferencial do Troller e calçou, como a ancora de solo estava bem firme arrebentou o cabo do guincho. Quem disse que cabo sintético não arrebenta, não foi só uma vez não, foram varias era só emendar o cabo e dar guincho que o cabo arrebentava. Resumo tivemos que cavar na frente do troller para colocar o Hi lift para liberar o diferencial e puxar no guincho que saiu, depois arrumamos esse degrau e os outros carros passaram bem fácil e enfim chegamos no 2º Rio as 19:00hs. Por estar tarde e não ter conhecimento do que estava por vir resolvemos acampar ali na margem do 2º Rio.







Fizemos um churrasco com Picanha, linguiça e maminha e um arroz preparado pelo cozinheiro chefe Fernando (esse é o Zequinha que todo o Jipeiro gostaria de ter do lado).



Esqueci de mencionar que nesse primeiro dia da trilha aconteceu até um caso de amor.... O Snorkel do Troller Jacuzzi encontrou uma arvore e foi amor à primeira vista, eles resolveram ficar juntinhos e como o Richard é ciumento foi embora e deixou o snorkel com a arvore. Não foi a cabeça do snorkel que ficou, foi ele inteiro.

As 06:00hs da manhã levantamos fizemos um café e logo de cara já fomos atravessar o 2º Rio, o Samurai Pirata foi na frente, quando ele desceu o barranco para entrar no rio quase deu uma cambalhota para a frente de tão inclinado que estava.





Na saída do 2º Rio o Troller Tarja Preta bem que estava querendo empacar de novo, mas com jeitinho ele saiu.. o cabo do guincho arrebentou de novo.



Andamos mais 1km de trilha com uns 2 atoleiros, mas bem fáceis de passar e enfim chegamos no 3º Rio e último. 



Para descer até o 3º Rio é uma descida de uns 20m bem lisa e com uma pedra no final. Quando o Troller Tarja preta foi passar encostou a roda dianteira nessa pedra e quando ele foi dar marcha a ré quebrou a homocinetica, agora ele estava em 4x3 e só com 10m de cabo no guincho.

Vencido o 3º Rio as 10:30hs, achávamos que os piores obstáculos já tinham ficado para trás,  mau imaginávamos que o pior ainda estava por vir.

O próximo obstáculo foi um atoleiro e uma subida lisa de uns 100m, o Samurai, o Troller Jacuzzi e o CJ passaram bem, agora o Troller Tarja Preta com uma homocinetica estourada e só 10m de cabo no guincho, foram 10 laçadas e 1h para subir.

Logo após esse atoleiro achamos um lugar onde foi possível inverter a posição das viaturas e passar o Troller Jacuzzi para frente do Troller Tarja Preta para servir de ponto de ancoragem e puxar nas subidas mais fáceis.

Após a subida chegamos as 14:00hs em uma EROSÃO que deveria ser o caminho correto da trilha a algum tempo atrás, para vocês terem uma ideia cabia 2 Trollers um em cima do outro dentro da erosão.

Optamos pelo aborto que estava uma desordem, por ter se tornado o caminho da trilha, eram 2 atoleiros em uma descida sendo que um deles era em curva e bem fundo e logo depois uma subida cheia de erosões e com os pontos de ancoragem bem longe, fomos fazer o reconhecimento e verificamos que eram os últimos obstáculos antes do final da trilha.

Feito o reconhecimento, lá foi o Samurai para encarar os desafios e passou bem o primeiro atoleiro e no segundo o barro chegou no meio da porta, foi necessário usar patesta no guincho para tirar o Samurai desse atoleiro e subiu as erosões no guincho.

Logo em seguida veio o Troller Jacuzzi com o Troller Tarja preta no “Vácuo” e o CJ dando seta e pedindo passagem para os 2 Trollers kkkkkk....

As 16:00hs terminamos a trilha todos felizes, com suas viaturas andando (Samurai Pirata sem direção hidráulica / CJ com 3 freios / Troller Tarja Preta com tração em 3 rodas e sem cabo de guincho / Troller Jacuzzi sem snorkel) e as 17:30hs chegamos no asfalto entre Piedade e Caucaia do Alto. As 18:30hs já estávamos em São Paulo.





A Trilha dos 3 Rios é uma trilha pesada muito longa e de mata fechada, um misto de Trilha do Camel e Trilha do 90-120, em alguns obstáculos não existe ponto de ancoragem perto, por isso optamos por levar a ancora, tivemos que cortar muitas arvores caídas pelo caminho o que atrasou bem o nosso deslocamento.

Video completo da Trilha




Gostaríamos de agradecer aos participantes pelo excelente fim de semana, ótima trilha e o melhor de tudo a companhia e o espírito de equipe.

BFE


Obs: Caso alguém queira se aventurar temos o Tracklog

2 comentários:

  1. Olá amigos!
    Poderiam me passar o track dessa trilha?
    Obrigado
    viagens@murari.net

    ResponderExcluir