sexta-feira, 4 de maio de 2012

Viagem Estrada Real - MG

Nesse ultimo feriado (28/04 - 01/05) aproveitamos para dar mais uma volta pela Estrada Real. Nossa rota inicial era a seguinte: São Thomé das Letras, Cruzília, Caxambu, Carrancas, Tiradentes, São João del-Rei, Ibitipoca, Aiuruoca, Visconde de Mauá e Resende, porem como tínhamos pouco tempo esse roteiro sofreu algumas alterações. 


As 5:00hs da manha já estavamos todos no ponto de encontro e as 6:00hs estávamos na estrada. Após 350km chegamos em São Thomé das Letras por volta das  11:30hs.  Mesmo com o feriado a Fernão Dias estava bem tranqüila.









Após uma volta pela cidade optamos por almoçar no restaurante O Alquimista que havia sido indicado como o melhor restaurante da cidade. Se é o melhor não podemos dizer, mas que fomos muito bem atendidos, que o local é muito agradável e que a comida estava uma delicia não temos duvidas.




Na seqüência fomos fazer a digestão na famosa Pirâmide do Sol. Local com uma vista de tirar o fôlego. No caminho pasamos pela delegacia da cidade onde fotografamos uma das viaturas...













E para finalizar o dia antes de cair na estrada (de terra) sentido Caxambú fomos apreciar o por do sol da Ladeira do Amendoim. Também não sei como, mas os carros realmente andaram sozinhos. Caso alguém tenha uma explicação fique a vontade para deixar um comentário! kkkkk













Na seqüência caímos na Estrada Real sentido Caxambú. Estrada de terra, porem em ótimas condições. Chegamos na cidade e fomos direto para o bar do Paulão tomar uma cervejinha com alguns amigos jipeiros lá de Minas. Não precisou de muito para fecharmos um comboio de 8 carros e mais de 20 pessoas sentido Tiradentes no dia seguinte. 



As 9:00hs estavamos todos no ponto de encontro prontos para seguir pela Estrada Real até Carrancas, encontrar mais um amigo e seguir para Tiradentes.




Como sempre imprevistos são previstos quando estamos em estradas de terra. Dessa vez foi o pneu do nosso amigo Cezinha que estourou ao passar por um objeto ponte agudo de ferro que foi encontrado posteriormente dentro do pneu.




Enfim chegamos em Carrancas aonde encontramos com nosso amigo Daniel Cifu para seguir viagem. Aproveitamos para tirar algumas fotos e remendar o pneu do Troller do Mineiro (Rodrigo Soler) que também furou ao passar por um prego.










Em seguida seguimos pela Estrada Real sentido São João Del-Rei e Tiradentes. Esse trecho da estrada é um espetáculo, uma paisagem deslumbrante, alguns desafios na estrada e muitos animais das fazendas que ficam no decorrer da estrada. Isso mesmo em alguns trechos da estrada passamos por dentro de fazendas onde temos que abrir e fechar diversas porteiras dos pastos.










Hora da balsa...























Mais uma fazenda essa com direito a rio e erosão...

















Chegamos a noite em Tiradentes e fomos direto para a "almojanta", escolhemos um restaurante bem simpático na entrada da cidade. Nada melhor que um queijo brie de entrada e depois uma picanha no rechaud em uma noite fria. A cidade tem um clima muito aconchegante, toda iluminada e muito hospitaleira. Depois de uma volta na cidade fomos procurar um local para dormir. Encontramos uma pousada que contava com uma estrutura de camping, porem a diferença de preços era tão pequena que optamos pelo conforto dos quartos. Pousada e Camping Toro Real. 




No dia seguintes visitamos alguns pontos turísticos de Tiradentes e São João Del-Rei e seguimos sentido Carrancas para realizar um passeio pela Serra das Broas e Complexo da Zilda.























Hora de conhecer a famosa Serra das Broas (chegamos a 1.600m de altura) e o Complexo da Zilda, onde optamos por levar um guia (agência pé na serra - turismo receptivo) já que o acesso não é tão fácil. Após uma ótima tarde na serra, fomos jantar no Cataguás, uma churrascaria em um sítio em Carrancas. Comida muito boa, cerveja gelada e um excelente atendimento.




























Fim...

Rodamos aproximadamente 1.300km entre sábado e terça feira.

Caso alguém precise de mais informações sobre a rota é só avisar!

Esse são os vídeos das últimas vezes que estivemos na região:




7 comentários:

  1. Ola, muito bonita viagem, gostei do video . bem com as fotos, desejo sempre sucesso para voce na viagem, eu estou indo para o jalpão agora em maio dia 20, estou saindo de Floripa.ok se tiver algum amigo esta a disposição, contato no meu e-mail ericorodamundo@hotmail.com, grande abraço. meu blog. www.ericoneves.blogspot.com
    abraços
    erico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Erico, td tranquilo?

      Agradecemos as palavras e precisando de alguma dica é só falar!

      Segue o link do relato que fizemos quando passamos pelo Deserto do Jalapão:

      http://brasilforadeestrada.blogspot.com.br/search/label/Expedição%20Chapada%20dos%20Veadeiros%20Deserto%20do%20Jalapão%20e%20Chapada%20da%20Diamantina

      Abs,

      Excluir
  2. Valeu pelas dicas. Vou rodar na área na segunda quinzena deste agosto. Que belo trabalho de descrição e fotografia. Obrigado. Carlos

    ResponderExcluir
  3. Nossa o circuito que vocês fizeram e de arrepiar...
    Gostaria de agradecer a divulgação da Agencia aqui de Carrancas...
    Meu nome e Jhonata,eu estava junto com essa galera que fez esse passeio lá na Serra das Broas,estava no Troller do Rodrigo e Aline,um casal muito gente boa,E o outro Guia Whuadik estava no troller do Daniel...
    Ate mais

    ResponderExcluir
  4. Pessoal, muito bonita as fotos, mas há um grande problema, em Carrancas na Serra das Broas e Chapada das Perdizes se encontram várias espécies endêmicas de plantas, muitas bromélias e orquídeas, conheço muito bem aquela área, tenho uma propriedade naquele local e pelas fotos com os jipes em cima das pedras, fica nítido o impacto ambiental. Total falta de responsabilidade do guia que vocês contrataram permitir isto, o correto seria parar as viaturas na estrada e seguir a pé pelas escarpas, infelizmente isto nos obriga a fecharmos com cadeados as porteiras de acesso, vou procurar a agencia que contrataram para advertir, há maneiras de fazer fora de estrada sem causar tanto impacto ambiental, fica a dica...

    ResponderExcluir
  5. Veículos 4x4 e Motos fora de trilhas não tem nada haver com Ecoturismo!
    Sou Jeepeiro tbm e aconselho vcs a se informarem como devem se portar com os veículos em áreas naturais.
    Grande abraço
    ótimas trips a todos

    ResponderExcluir
  6. Regras de segurança e mínimo impacto ambiental para veículos off road:

    http://www.geocities.ws/erocita_alvarez/tcc_artigo.PDF

    ResponderExcluir